Perguntas e respostas rápidas – Zumbido

Encontre aqui as principais dúvidas sobre zumbido.

O que é zumbido?

Qualquer som que se escuta mas não existe no ambiente é chamado zumbido (e seus outros nomes: acúfeno ou tinnitus) que pode ser percebido em um ouvido só, em ambos, ou no meio da cabeça. Cada pessoa descreve o som ouvido de uma maneira (chiado, panela de pressão, grilo, pulsação, cigarra, bater de asas etc). Pode ser constante, intermitente (vai e volta repetidamente) ou pode ocorrer apenas em situações específicas (ex: silêncio).

Quais são as principais causas do zumbido?

É considerado um sintoma de alteração nas vias auditivas, que pode ter diversas causas, desde de doenças próprias da cóclea – como perda auditiva, até doenças que afetam o ouvido secundariamente, como medicações, doenças metabólicas, cardiovasculares, neurológicas, odontológicas e psiquiátricas.

Quando devo procurar avaliação médica por causa de zumbido?

Qualquer zumbido que perdure mais de horas ou dias deverá ser avaliado por um otorrinolaringologista, que é o médico especialista em ouvido e, portanto, em zumbido. Quanto mais cedo se faz o diagnóstico, maiores as chances de cura. Porém alguns tipos de zumbido tem potencial de serem devidos a doenças mais graves, que são zumbido pulsátil (sensação de pulsação dentro do ouvido, no mesmo ritmo do coração), zumbido de um lado só, zumbido constante (que nunca para de ser ouvido), zumbido que atrapalha o sono e atividades diárias (trabalho, estudo, capacidade de concentração).

Zumbido tem remédio?

Não existe remédio comprovadamente eficaz para o zumbido. As medicações para zumbido são direcionadas para a causa do zumbido, por isso é tão importante que a avaliação seja bem feita para que tratamento tenha sucesso.

Zumbido tem cura?

As chances de cura são altas quando a avaliação é bem feita, quanto mais recente for o zumbido e quanto maior a adesão do paciente. Claro que algumas causas são de tratamento mais difíceis, mas podemos conseguir a diminuição do incômodo que o zumbido causa na vida do paciente.

Por que o zumbido incomoda?

Quando um som é percebido, pode ser rapidamente ignorado (ex.: som do ar condicionado, barulho de pessoas conversando do seu lado ou o próprio zumbido), o que é chamado de habituação. Algumas pessoas, contudo, associam esse som a fatores negativos​, tais como: medo de tumor cerebral, perda auditiva ou de piora progressiva, dentre outros; e, quanto mais se preocupam e se concentram em sua presença, mais evidente ele se torna. Portanto, o grau de incômodo do zumbido não é proporcional a intensidade do som, e sim ao significado que a pessoa dá ao som.

Zumbido tem tratamento?

Sim, todo zumbido tem tratamento. Mas para isso é necessário: 1- Conhecer a causa do zumbido 2- Tratar a causa do zumbido 3-Aconselhamento: explicar o que é o zumbido, entender os medos do paciente ,para conseguir mudar o significado que o paciente deu ao zumbido 4-Habituação: cérebro para de dar atenção ao zumbido, e pessoa para de se incomodar e por fim para de perceber o zumbido. Portanto, o tratamento é bastante individualizado.

Quer saber mais? Acesse nosso post completo sobre zumbido para uma leitura detalhada.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: