Tontura Postural Perceptual Persistente TPPP – Perguntas e respostas

A TPPP (Tontura Postural Perceptual Persistente), também chamada de  tontura psicogênica/somatoforme, vertigem postural fóbica ou  tontura crônica subjetiva, é um dos quadros mais comuns e incapacitantes de tontura crônica e persistente, de diagnóstico difícil, muitas vezes menosprezado pelos médicos  e familiares do paciente, mas que tem tratamento muito eficaz e que consegue melhorar muito a qualidade de vida do paciente. Neste post falarei de maneira mais rápida sobre o tema, mas se quiser um texto mais detalhado, sugiro a leitura do post completo sobre TPPP.

1 – O QUE É TPPP(tontura postural perceptual persistente)?

A TPPP caracteriza-se pelos seguintes critérios: tontura não vertiginosa (desequilíbrio, instabilidade, sensação de cabeça leve) há pelo menos 3 meses e presente na maioria dos dias, hipersensibilidade ao movimento do próprio corpo ou do ambiente há pelo menos 3 meses e piora dos sintomas com estímulos visuais complexos (tais como ambientes lotados, decoração poluída, luzes piscando) ou ao desempenhar tarefas que requeiram precisão visual (ex. ler ou usar computador).

2 – Como é feito diagnóstico de TPPP?

Não são necessários muitos exames nem uma investigação demorada, já o que o diagnóstico envolve basicamente os sintomas do paciente, poucos achados no exame físico e nos exames complementares básicos. Os testes vestibulares encontram-se normais ou com resultados inespecíficos e exames de imagem excluem lesões significativas. 

3 – Qual é o mecanismo de geração da TPPP?

O mecanismo que leva à TPPP pode ser visto com uma estratégia mal adaptada de enfrentar um evento estressante, como um transtorno vestibular agudo ou uma crise de pânico. É basicamente como se o paciente tivesse se curado da doença vestibular, mas continua agindo como se tivesse em crise, com atitudes como marcha cautelosa em pequenos passos, monitorização consciente do equilíbrio ou de pistas de movimento visual, dependência visual para o equilíbrio. Ansiedade pré-existente e um temperamento introvertido podem facilitar tal comportamento mal adaptado. Considerando tudo, a TPPP não é uma síndrome puramente psiquiátrica, mas resulta de uma interação prejudicial de sintomas vestibulares, fatores psicológicos e comportamento disfuncional.

4- Qual é a importância da TPPP?

A TPPP torna-se incapacitante em longo prazo e os pacientes sentem-se inseguros para trabalhar, sair de casa sem acompanhante, encontrar amigos ou fazer exercícios, motivo pelo qual requer tratamento especializado.  Além disso, é uma das causas mais comuns de tontura crônica persistente e incapacitante.

5- Qual é o tratamento da TPPP?

O tratamento é combinado com psicoterapia (em geral na linha cognitivo-comportamental) e reabilitação vestibular, que integra treinamento físico e intervenções psicocomportamentais, com a exposição graduada a tarefas desafiadoras, tranquilização, restauração cognitiva e abandono das estratégias mal adaptadas. Retomar atividade esportiva e aprender uma técnica de relaxamento devem ser estimulados. 

Um comentário em “Tontura Postural Perceptual Persistente TPPP – Perguntas e respostas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: