Como a alimentação influencia a tontura e o zumbido – perguntas e respostas

Erros alimentares e várias doenças metabólicas, como diabetes, anemia, aumento de colesterol e falta de vitaminas e minerais, afetam o funcionamento da orelha e causam sintomas de tontura, zumbido, mal estar ,sensação de ouvido entupido e de cabeça ruim. Neste post vou falar de maneira simples  porque isso ocorre e como evitar essas doenças, mas se você quiser uma leitura mais detalhada leia este outro post.

O que são distúrbios metabólicos?

Distúrbios metabólicos são aqueles causados por alterações do açúcar (glicose), da gordura (colesterol e triglicérides) e das proteínas do nosso corpo, além dos hormônios, das vitaminas e minerais envolvidos nos processos de absorção, degradação e armazenamento dos nutrientes acima. Diversas condições afetam o funcionamento da orelha interna, como distúrbios do metabolismo de carboidratos -diabetes, aumento de insulina, intolerância a lactose e outros açúcares; hiperlipidemia -aumento de colesterol e triglicérides; distúrbios da tireóide; alterações de cortisol -estresse ou doenças da glândula supra-renal; além de alterações do zinco, outros minerais e vitaminas D e B12 e erros alimentares.

Quais são sintomas os erros alimentares e as doenças metabólicas podem causar nos ouvidos ?

Os sintomas mais comuns são sensação de pressão na cabeça, de andar na nuvens/pisar em ovos, de ouvido entupido, zumbido e tontura tipo flutuação. Frequentemente esses sintomas estão associados a intolerância a sons, dificuldade de concentração, tendência a obesidade , irritabilidade , sonolência matinal, visão turva,  e dor de cabeça.

Como diagnosticar zumbido e tontura de causa metabólica?

O diagnóstico é feito através dos exames de sangue , sendo que os mais importantes são hemograma, curva glicoinsulinêmica, colesterol total e frações, triglicérides, TSH, t4 livre, vit D, vit B12, hormônios, cortisol, Zn, Mg, que em sua maioria já são realizados no  check-up anual. Os testes otorrinolaringológicos também fornecem pistas de causa metabólica. A audiometria, por exemplo, mostra a chamada curva em U invertido (perda auditiva apenas em sons muito graves ou muito agudos). Na vectoeletronistagmografia, é comum ocorrer hiperrreflexia vestibular, que significa que o labirinto está reagindo exageradamente a estímulos inócuos. 

Qual é o tratamento de zumbido e tontura de causa metabólica?

O tratamento é feito de forma multidisciplinar, com nutricionista, que indicará dieta adequada, endocrinologista, no caso de doenças e necessidade de medicação, e educador físico, para acompanhar exercícios físicos, que devem ser regulares e adequados para cada paciente. Normalmente, o tratamento é curativo nesses casos, desde que corretamente seguido pelo paciente.

Como evitar zumbido e tontura de causa metabólica?

De forma geral, ter uma alimentação saudável  e hábitos de vida equilibrados já são suficientes para evitar  tontura e zumbido de causa metabólica, mas seguem algumas dicas:
Evitar jejum prolongado (mais de 3 horas) ;
Evitar o consumo de alimentos ricos em açúcar refinado a fim de evitar picos da insulina; 
Evitar dietas com  excesso de carboidratos;
Consumir alimentos ricos em fibras (frutas e verduras) e preferir farinhas integrais, já que elas diminuem o índice glicêmico dos alimentos;
Praticar atividade física regular, pois ela diminui a resistência à insulina e evita diabetes e obesidade;
Controlar a ingestão de lactose (nos pacientes com intolerância, que representam grande parte da população adulta); 
Reduzir o consumo de cafeína e xantinas presentes em refrigerantes a base de cola, chás pretos, café, guaraná, chocolate, energéticos e termogênicos; 
Beber muita água;
Evitar consumo excessivo de álcool;
Não fumar;
Evitar o estresse e praticar atividades de relaxamento, como meditação, yoga e  atividades físicas regulares;
Dormir bem, que é essencial para produção adequada de vários hormônios;
Fazer check-ups frequentes;
Manter o peso ideal.

Um comentário em “Como a alimentação influencia a tontura e o zumbido – perguntas e respostas

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: