Mal do Desembarque

Você já saiu de uma viagem de barco e continuou com a sensação de estar balançando? Isso pode ser mal do desembarque.

Este é um texto completo, mas se você deseja uma leitura objetiva, leia este outro post.

CONCEITO E SINTOMAS

Trata-se da sensação de que a pessoa continua  em movimento após exposição a movimentos passivos, como navios (mais comum), mas também pode ocorrer com avião, carro e ônibus. Os pacientes queixam sensação de balançar e sacudir, além de instabilidade e desequilíbrio.

Mais raramente pode ocorrer de maneira espontânea, ou seja, sem relação com movimentos, sendo descrito na literatura após parto, estresse elevado, cirurgia etc. 

OUTROS SINTOMAS

Os pacientes tornam-se intolerantes à exposição a movimentos visuais, como jogar videogame, assistir filmes de ação ou mudanças rápidas no ambiente visual. 

Sintomas de vertigem visual (ver post específico) também são comuns.

Além disso, pacientes também se queixam frequentemente de náuseas. 

Muitos pacientes desenvolvem depressão e ansiedade em razão  das mudanças no estilo de vida exigidas pelos sintomas. 

NORMAL X DOENÇA

Pode ocorrer de forma transitória, com duração de menos de 48h, que é uma situação comum e sem grande importância. Já quando os sintomas duram mais de 3 dias, torna-se uma situação patológica, ou seja, doença.

FATORES PREDISPONENTES

Predomina em mulheres entre 40 e 50 anos. 

Alguns autores citam a enxaqueca como fator predisponente, mas a relação não é direta.

É admitido que  desequilíbrio hormonal e de neurotransmissores(GABA e CGRP)  possivelmente predispõem os indivíduos ao desenvolvimento do mal do desembarque.

EXPLICAÇÃO

Existem duas teorias para explicar os sintomas de mal de desembarque:

-Dificuldade de integração de múltiplas fontes de informação sensorial, e

– Má adaptação do reflexo vestíbulo ocular (ver post específico), resultando em uma mecanismo alterado de armazenamento de velocidade. 

TRATAMENTO

Os tratamentos mais recomendados atualmente são os benzodiazepínicos (calmantes), inibidores da recaptação de serotonina (antidepressivos), além de reabilitação vestibular, neuromodulação e estimulação elétrica transcraniana.

Dra Kênia Assis Chaves

Médica Otorrinolaringologista

CRMMG 52018

RQE 33072

Quer agendar uma consulta? Acesse nossa página de agendamento

Um comentário em “Mal do Desembarque

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: